Nosso casamento

Arte do convite do nosso casamento
“Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento”, Clarice Lispector.
Quando estávamos para completar três anos de namoro, compramos nosso apartamento na planta (por falar em mergulhar, começamos mergulhados nessa grande responsabilidade). Faltavam dois anos para eu me formar em jornalismo e ainda estava descobrindo muitas áreas de interesse, procurando estágio etc. Fiquei insegura. Mas a decisão pela compra foi simples. O Bruno disse: assina esse o contrato AGORA! Vocês podem imaginar que eu...me rendi!
Então, ficamos noivos. Festa, troca das alianças, amigos, família, presentes... Não, não foi assim. Fomos ao teatro (minha outra paixão), assistir ao “Fantasma da Opera”. Só nós dois. E foi ótimo. No dia ainda pensei: “seria tão legal se ele me levasse ao teatro, mas nem passaria pela cabeça dele”. A conecção de pensamentos foi impressionante. E aí, me tornei uma NOIVA. Como tal, comecei a tentar entender sobre esse mundo chamado “preparativos para o casamento”.

Considero três coisas fundamentais em nossa trajetória: a determinação e a coragem do Bruno; o meu planejamento financeiro, vugo: mão fechada, mão de vaga, escorpião no bolso e por aí vai; e a benção de Deus sobre nós. Colocamos tudo diante de DELE. O casamento foi constituído por ele, e sabíamos que tínhamos tomado uma decisão certeira.

Tinha uma pedra no meio do “casamento”, no meio do “casamento” tinha uma pedra

Faltando 2 anos para o casamento, tive uma contusão no pé esquerdo. O tempo foi passando e, entre fisioterapias e mais tratamentos, comecei a fazer o meu TCC(E) (Trabalho de Conclusão de Curso (Enlouquecedor)). Faltavam 2 meses para casório e eu ainda sentia dores. Pensar em colocar salto era desesperador. Casar com o quê? Fiquei completamente estressada e preocupada, tentando entender tudo o que estava acontecendo, mas viver ultrapassa qualquer entendimento. Verdade. Aprendi na marra.

Bem, passamos por muitas provações. Desde a doença, até situações financeiras. E por isso, me sinto bem preparada para dizer: sem desesperos na reta final do casamento. Entrei na igreja com meu sapato rosa, lindo. Fui promovida no trabalho, o Bruno também mudou de emprego logo na volta da lua de mel. A nossa casa ficou do jeito que imaginávamos, fizemos a viagem que queríamos, enfim, realizamos nosso sonho!

Renda-se, como eu me rendi. Traga para perto de você pessoas corajosas. Se renda aos conselhos, aceite broncas, abra mão de alguns detalhes do casamento se for preciso. Mergulhe em coisas novas, sem muitas cobranças e aflições. Encare desafios, drible problemas. Viu pedras no caminho? Não se aterrorize. Dá para tirá-las até o grande dia.

Nem tudo estará no seu controle, nem tudo depende da sua boa vontade. A vida é cheia de imprevistos. Os perfeccionistas sofrem. Seja feliz! Não se preocupe em entender porque as coisas são como são. Curta cada momento. Se desespere menos, viva mais. Viver ultrapassa qualquer entendimento!

(Em breve, os relatos dessa noivinha pé “quebrado” e suas cúmplices e madrinhas também com uma vida nada, nada tranqüila. Montaremos um blog para falar sobre os desafios de uma noiva contundida, uma noiva com Lúpus (doença auto-imune) e uma noiva desempregada. Como chegamos ao dia do casamento e realizamos nossos sonhos. Vai ser imperdível!).


Noivos felizes e a prova que a noiva usou sapato rs


4 comentários:

  1. Thais, foi uma vitória em Deus o seu casamento.

    O meu também será! Desde março de 2010 são tantas as bênçãos e portas que o Senhor abre para mim e meu noivo: ele foi promovido, me formei, arrumei um emprego melhor, estou estudando para concursos e estamos prestes a marcar a data definitiva e dar entrada em nosso sonhado apto.

    Parabéns, muitas felicidades e bênçãos de Deus.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Foi uma grande vitória mesmo. Pode marcar a data do casamento...você vai que as portas vão se abrir muito mais. Não é fácil, não... mas vocês vão conseguir, tenho certeza!

    fiquei emocionada com seu comentário, porque nunca vou esquecer de tudo o que passamos e do quanto Deus foi fiel.

    bejinhos

    ResponderExcluir
  3. Que lindo!que Deus continue abençõando!
    Minha contagem regressiva começa amanha me caso daqui um mes 10/09/2016..
    Nossa como não e fácil tem muita luta,sou muito criticada!
    Mas posso dizer que tudo que eu fiz e ganhei Deus sempre esteve a frente e temos provisão da onde menos esperamos!
    Com Deus na frente e no controle de tudo!nada da errado!
    Jaja volto aqui pra contar pra voçês como foi tudo!

    ResponderExcluir